Os sapatos & as mulheres – Comportamento Financeiro

 

Você comprou sapatos novos, foram lindos e caros, mas depois de usar uma vez, você percebe que machucam demais.

Você ainda tenta usar outras vezes, mas, com o dedão inchado e o tornozelo ralado, dá-se conta de que são mesmo inviáveis.

 O que você faz com esses sapatos?

Na maioria das vezes, as pessoas ficam com pena de se desfazer de uma coisa pela qual pagaram tanto, mesmo que não venham a usá-la mais.

Nasce um conflito interno: paguei muito X não usei (nem usarei)

Uma maneira de tentar fugir desse conflito é tentar “esquecer” os sapatos no armário, não pensar mais no assunto, como se não existissem, tentando esquecer da má compra.

Porém, é curioso notar, que caso a compra dos sapatos caros tivessem sido adquiridos pela metade do preço numa liquidação, ficaria mais fácil se livrar deles se não servirem.

No final, uma minoria tomaria a decisão de dar os sapatos a alguém que tenha pés diferentes e possa aproveitá-los.

Em finanças comportamentais, essa atitude é chamada de “contas mentais e valor subjetivo dos bens”.

Créditos: Fonte: Ferreira, Vera Rita de Mello, Decisões econômicas – Você já parou para pensar? / Autor: Thiago F. Micheletti / Designer: Talita P.J.Bertazzi

Grupo KRS Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *